Dynamic Ads: 10 maneiras de utilizar os Anúncios Dinâmicos do Facebook para aumentar as suas vendas! - Bornlogic
Como utilizar os Dynamic Ads do Facebook Ads para retargeting, captação, recompra e outras opções em campanhas de Conversão no Facebook e Instagram.
16382
post-template-default,single,single-post,postid-16382,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive
 

Dynamic Ads: 10 maneiras de utilizar os Anúncios Dinâmicos do Facebook para aumentar as suas vendas!

Em 2015, o Facebook lançou uma das funções mais aguardadas pelos anunciantes de e-commerce, o Dynamic Product Ads, ou em português, Anúncios de Produtos Dinâmico. E assim que o produto foi anunciado, fomos uma das primeiras FMP’s do mundo a implementar o DPA e passar a utilizá-lo com nossos clientes.

Inicialmente, o DPA tinha como foco apenas auxiliar automatizar as campanhas de retargeting. Naquele momento, até existiam algumas soluções de retargeting automatizado no Facebook, porém, o grande problema é que a forma de encontrar os usuários estava ligada a tecnologia de cookies. Ou seja, se um usuário visse acessasse o site no PC do trabalho não era possível impactá-lo no seu celular, tablet ou até quando ele estivesse em seu PC de casa. Além disso, o tráfego que era gerado via mobile, não era aproveitado para essas campanhas. Ou seja, uma tecnologia baseada em cookies, não em pessoas.

Com o lançamento do DPA essa barreira se quebrou. E cerca de um ano e meio após o lançamento, o DPA evoluiu e até trocou de nome. O que antes eram “Anúncios de Produtos Dinâmicos” se tornou hoje “Anúncios Dinâmicos”. E vamos explicar abaixo o que essa mudança trouxe de novo para os anunciantes com as campanhas de “Dynamic Ads”.

Porém, antes de criar sua primeira campanha de “Dynamic Ads”, você vai precisar configurar duas coisas:

  • Catálogo de Produtos (via Feed RSS, XML ou CSV)
  • Instalar o Pixel e/ou SDK do Facebook

Veja aqui um guia de como fazer esse setup.

Terminou? Vamos lá!

Com os Dynamic Ads você tem diversas opções para escalar suas campanhas, automatizar suas vendas e ter melhores resultados nos anúncios de Facebook e Instagram. Listamos 10 possibilidades aqui! 😉

– Retargeting Simples

Provavelmente a pessoa que tem a maior probabilidade de comprar um produto do seu site é a que viu numa primeira vez e ainda não decidiu 100% por compra-lo, concorda?

Essa é a maneira mais prática de começar a usar os Anúncios Dinâmicos. Criar Conjuntos de Anúncios para pessoas que viram e/ou adicionaram ao carrinho produtos do seu site mas não compraram.

– Retargeting com Carrossel

Porém, e se a pessoa não comprou o produto que acessou pois não curtiu alguma característica, preço ou algo do tipo? Você pode oferecer produtos da mesma categoria junto do que ela já acessou. A chance de funcionar também é alta, concorda?! 😉

Por exemplo, se você tem uma loja que vende artigos esportivos, pode criar um AdSet com as regras de SE o usuário viu um tênis de corrida masculino, oferecer o tênis que ele não comprou MAIS outros tênis de corrida masculino!

Nesse caso, o produto que a pessoa viu estará no primeiro card do carrossel e os outros produtos estarão nos cards seguintes.

– Retargeting por disponibilidade

É frustrante abrir um site, encontrar um produto que você quer mas ele não estar disponível pra compra, né?!

Utilizando o exemplo do tópico anterior. Mas se o tênis que a pessoa viu já estava esgotado? Você pode criar um direcionamento através das regras

  • Se o usuário viu um produto que estava indisponível
  • Mostrar um produto que tenha o status de disponível.

Assim você reaproveita com inteligência o seu tráfego para gerar novas vendas e ainda solucionar uma experiência que pode ter sido frustrante para o usuário.

– Retargeting cruzando categorias

Utilizando o mesmo exemplo de um e-commerce de materiais esportivos. Se o usuário estava interessado em comprar um tênis de corrida, você pode tentar cruzar o tráfego e apresentar roupas de corrida, como bermudas e camisas.

 

Ao criar essas conexões você terá que ter cada vez mais inteligência e entendimento do comportamento do consumidor e do seu produto, para criar direcionamentos que façam sentido.

As possibilidades pra casos como esse são enormes!

– Recompra

Uma vez que este usuário já comprou com você, fim de papo, certo?! Nada disso! Você pode aproveitar e aumentar ainda mais seu ROI trazendo esse usuário de volta. E isso pode ser feito de diversas formas.

  • Produtos de Recorrência Média

Alguns produtos são de compra recorrente. Se você utiliza lentes de contato sabe que elas têm uma certa vida útil. E quem comprou uma lente sempre vai precisar de outra. Se o seu produto se encaixa em situações como essa, analise seu CRM, entenda qual a média de recompra por usuários e crie campanhas voltadas para esses valiosos clientes.

  • Produtos similares

Se a pessoa comprou uma TV e/ou um BluRay, ela provavelmente está dando um tapa na sua sala, concorda? Por que não apresentar mais produtos pra sua sala, como um sofá, home theater, etc?

  • Produtos complementares

Imagine que você comprou um PlayStation 4, você vai precisar de jogos pra ele, certo? Se você comprou um tênis de corrida, você vai usá-lo com uma meia, ok?! 😉

Aproveite que você já sabe o que o seu cliente precisa e ofereça uma experiência ainda melhor com a sua marca.

– Captação

Recentemente o Facebook liberou que você possa usar seu catálogo de produtos para atingir pessoas que não visitaram o seu site. Assim, você pode usar bases de Custom Audience, Interesses, Lookalike, Leads, Listas de novos cadastros do seu site, audiências de pessoas que abriram seu e-mail marketing e toda a infinidade de recursos de segmentação que o Facebook oferece para criar campanhas customizadas de acordo com seu estoque de produtos.

As vantagens nesse caso são enormes, tais como:

  • Menos tempo gasto em criação de campanhas ;
  • Menos tempo gasto na criação de anúncios;
  • Risco ZERO de mostrar o anúncio de um produto que não exista mais no estoque;
  • Automação de audiências com tempo de retenção (como CRM, Lookalike, E-mail marketing, Leads, etc) em cima de cluters de públicos vs produtos.

 

– Direcionar pessoas do seu App para o seu site (e vice-verso)

Se você tem um app e um site, você pode aproveitar seu tráfego de pessoas que viram/compraram produtos em uma vertical e levar para outra. Em nossos testes com clientes que atendem esses requisitos, sempre tivemos um custo por compra e instalação bem menor que na maioria das outras segmentações ao utilizar esse cruzamento.

–  Dynamic Ads for Travel

Se você vende produtos do setor de viagens, como passagens, vôos, hotéis ou pacotes turísticos, o Facebook lançou recentemente uma modalidade especial para você. Existem algumas especificações a mais, mas os recursos são bem mais avançados pra esse segmento.

E acreditamos que esse é apenas um começo dos Anúncios Dinâmicos! Com certeza teremos mais funcionalidades e maneiras de segmentar para o público certo o nosso anúncio correto utilizando esse produto.

Mas e você, tem alguma dúvida sobre os Dynamic Ads? Não sabe como operacionalizar isto e precisa de tecnologia? Estamos aqui pra te ajudar! 😉

 

vamos conversar e resolver?